A noite dos iniciados

O relato seguinte foi feito a meu pedido pelo Diogo Pedro Monteiro após uma ida em que levou uns amigos á Atalaia (20 Agosto 2016).

“Certo dia, já lá vão uns anitos, um de muitos grupos que aparecem pela Atalaia para “espiolhar” a coisa, por lá andou até o sol raiar.  Tiraram muitas fotos de tripé, e ficaram deveras interessados em voos mais altos. A paixão era muita e a experiencia inversamente proporcional.

Como muitos dos curiosos, não voltaram, mas a semente ficou.
Volvidos cerca de 3/4 anos resolveram volta a atacar em duas frentes. Uma de carteira um pouco mais generosa, procedeu à aquisição da sólida EQ6 e de um Newton de 10 Polegadas e de uma Cam chinesa.
Outra frente munida de mais engenho, aplicou um “wedge” numa azimutal apontou à polar, e definiu a sua posição geográfica como estando em pleno Polo Norte. O tracking foi perfeito. Só um dos motores é que funcionava, como previsto.
Ambas as frentes lançaram-se no terreno quase “out of the box”, mas tudo rapidamente entrou nos eixos, e as fotos começaram a sair.
A noite esteve quase que perfeita para fotografia, não fosse a presença da lua.
A temperatura e a ausencia de melgas, aliada à boa disposição e snacks “gourmet” voltou a cinzelar nas nossas mentes, o porquê desta nossa paixão.
Bem vindos, Vasco, e Brázio.
Ficamos à espera das imagens futuras :)”
14037733_1085881174822601_1039105553_o 14113940_10206319152329754_282262384_o

Sobre João Gregório

Astrónomo amador activo desde Natal de 2002, altura em que comprou para o filho um telescópio. Gosta de fotometria e de objectos "vivos" ... tudo o que se possa transformar em gráfico.